Bolo de alfarroba e coco / Carob and coconut cake

No passado fim-de-semana o meu filhote fez 2 aninhos! Quis por isso fazer um bolo saudável e sem possíveis alérgenos para ele levar para a escolinha e resolvi fazer um bolo de alfarroba e coco.

A alfarroba provém da vagem da árvore Alfarrobeira e é comumente utilizada em substituição do cacau pelo saber semelhante que tem. Embora não contenha tantos antioxidantes como o cacau, a alfarroba apresenta algumas vantagens, como o facto de não conter nem agentes alérgenos nem nenhum estimulante como a cafeína ou teobromina, que estão presentes no cacau. A alfarroba é ainda naturalmente doce (ao contrário do cacau) por conter mais açúcares. No entanto, apresenta um valor calórico baixo pois não contém quase gordura nenhuma e tem um elevado teor de fibras.  É ainda rica em cálcio e vitaminas B1 e B2.

Um bolo de alfarroba é por isso uma óptima opção para crianças porque fica com um sabor igual ao do chocolate, mas sem o risco de causar alergias!

Fica aqui então a receita do bolo que fiz (retirada do blogue http://saramedeirosnutricionista.blogspot.pt) :

Ingredientes:

– 2 chávenas de farinha de espelta (podem usar trigo se preferirem, eu prefiro sempre uma alternativa mais saudável)
– 1/2 chávena de farinha de alfarroba
– 1 colher de chá de fermento
– 1 chávena + 1 colher sopa de coco ralado
– 1 1/4 chávenas de açúcar de coco (ou açúcar mascavado)
– 1/2 chávena de óleo de girassol (ou óleo de coco)
–  2 chávenas de água

Preparação:

1. Misturar as farinhas com o fermento numa taça grande
2. Adicionar o coco ralado e o açúcar
3. Acrescentar o óleo e a água e bater bem até a mistura ficar homogénea. A massa fica bastante líquida para que o bolo fique com uma  textura húmida depois de cozido
4. Untar uma forma com óleo de girassol
5. Levar ao forno a 180ºC durante 30-35 min.
Ficou delicioso e foi aprovadíssimo pelos pequeninos!!

 

alfarrobeira Last weekend my little one turned 2  years old! So I wanted to make a healthy cake without possible allergens for him to take to school and decided to make a carob and coconut cake.

 
Carob comes from the pod of the Carob tree and is commonly used in place of cacao due to its similar flavour. Although it does not contain as many antioxidants such as those found in cacao, carob has some advantages such as that it does not contain allergens or any stimulants like caffeine or theobromine, which are present in cacao. Carob is naturally sweet (as opposed to cacao) because it contain more sugars. Nevertheless, it has a low caloric value since it contains almost no fat and has a high fiber content. It is also rich in calcium and vitamins B1 and B2.
 
A carob cake is therefore an excellent choice for children because it has the same flavour as chocolate (actually sweeter!), but it does not has the risk of causing allergies!
 
Here is the recipe I did (taken from the blog http://saramedeirosnutricionista.blogspot.pt):
 
Ingredients:
– 2 cups spelt flour (you can use wheat if you like, I always prefer a healthier alternative)
– 1/2 cup of carob flour
– 1 teaspoon baking powder
– 1 cup + 1 tablespoon grated coconut
– 1 1/4 cups coconut sugar (or brown sugar)
– 1/2 cup of sunflower oil (or coconut oil)
– 2 cups water
 
Preparation:
1. Mix the flour with the baking powder in a large bowl
2. Add the grated coconut and sugar
3. Add the oil and water and mix well until the mixture is homogeneous. The dough is very liquid so that the cake has a moist texture after cooking
4. Grease a form with sunflower oil
5. Bake at 180 ° C for 30-35 min.
 
It was delicious and completely approved by the little ones!! 
 
 

3 Anos!! / 3 Years!!

Faz hoje 3 anos que decidi começar a escrever este blogue. Tudo começou com uma vontade de partilhar o meu caminho, o meu percurso rumo ao bem-estar e à felicidade. Embora com muitos períodos de silêncio pelo caminho, essa continua a ser a minha vontade e o meu objectivo.
Este meu percurso não tem sido fácil, tem tido os seus altos e baixos, mas o “saldo” tem sido muito positivo! Devo muito do que tenho aprendido à minha prática de yoga. A motivação, a persistência, a vontade de continuar sem desistir, tudo advém do facto de saber que cada vez que desenrolo o meu tapete e pratico, consigo estar comigo e consigo ver-me. Consigo ver os meus defeitos, mas acima de tudo, consigo ver as minhas virtudes. E foi sobretudo esta relação que tenho vindo a construir comigo mesma que me tem levado à descoberta do que é viver uma vida saudável, física e mentalmente.
Sei que não tenho tido muito tempo, nem inspiração para aqui escrever, mas não queria deixar de assinalar esta data com um post. Aproveito também para dizer que vêm aí novidades, muito em breve! E que vou tentar escrever mais assiduamente!
Three years ago today that I decided to start writing this blog. It all started with a desire to share my journey, my path towards wellness and happiness. Although with some periods of silence along the way, this is still my goal.
 
This journey of mine has not been easy, it has had its ups and downs, but the “balance” has so far been very positive! I owe much, if not all, of what I have been learning to my yoga practice. The motivation, persistence, the willingness to continue without giving up, everything comes from knowing that every time I unroll my mat and practice, I am able to be with me and see me. I am able to see my faults, but above all, I am able to see my virtues. It has been this relationship that I have been developing with myself that has led me to discover  live a healthy life, both physically and mentally.
 
I know I have not had much time or inspiration to write regular posts, but I could not let this date go by without writing something! There will be new things coming soon and I promise I will try to write more frequently! 

Bolo de aniversário saudável (se não comerem a decoração!) / Healthy birthday cake (if you don’t eat the decoration!)

O meu bebé fez um aninho! Incrível como o tempo passa a correr! Tenho tentado dar-lhe uma alimentação o mais saudável possível para que ele aprenda bons hábitos alimentares logo de pequenino. Por isso, queria fazer-lhe um bolo de aniversário saudável, que ele pudesse comer, e que também fosse do agrado das outras pessoas! Procurei várias receitas simples e encontrei uma que decidi experimentar, modificando apenas algumas coisas. Aqui fica:
Bolo de aniversário saudável e apto para bebés
(baseado na receita de ‘Chocolate-covered Katie’)
Ingredientes:
– 1 1/3 chávenas de leite (eu usei leite de arroz)
– 1 1/2 colheres de sopa de vinagre branco ou de cidra
– 1 colher de sopa de extracto de baunilha
– 1/4 chávena mais 1 colher de sopa de óleo vegetal (eu usei óleo de coco)
– 1 1/2 cups de farinha de espelta
– 1/2 cup de farinha de arroz integral
– 1 colher de chá de goma xantana
– 1 colher de sopa de fermento
– 1/2 colher de chá de sal
– 2/3 chávena de açúcar de coco
– 1/4 chávena de açúcar de coco ou xilitol ou açúcar mascavado
Preparação:
1. Aquecer o forno a 170ºC e untar uma forma
2. Combinar os 4 primeiros ingredientes (líquidos) numa tigela pequena e misturar bem
3. Numa tigela grande combinar os restantes ingredientes e misturar bem
4. Misturar o conteúdo das duas tigelas e mexer até bem combinado
5. Colocar imediatamente na forma e levar ao forno durante cerca de 25 minutos, verificando se está bem cozido.
Esta receita resultou muito bem, ficou delicioso, sem ficar muito doce porque usei apenas açúcar de coco. Podem usar apenas farinha de espelta, ou experimentar uma mistura de farinhas sem glúten!
Como queria decorar o bolo com massa de açúcar (e esta é a parte que não devem comer porque senão lá se vai o saudável do bolo! O propósito é apenas enfeitar!), fiz ainda uma cobertura para que esta se pudesse colar ao bolo. Desta vez inspirei-me numa receita do site ‘My New Roots’:
Ingredientes:
– 3/4 chávena de leite de coco
– 3/4 chávena de xarope de agave ou xarope de ácer ou mel
– 3/4 chávena de óleo de coco
– 7 1/2 colheres de chá de amido de milho
– 1 1/2 colher de sopa de água
– pitada de sal
Preparação:
1. Num tacho, aquecer o leite de coco, o agave e o sal, em lume brando durante 5-10 minutos, mexendo constantemente para que não queime
2. Numa tigela pequena, misturar o amido de milho e a água até que forme uma pasta
3. Colocar essa pasta no tacho, misturar rapidamente e deixar ferver brevemente
4. Remover do lume e misturar o óleo de coco gradualmente
5. Colocar o tacho no congelador durante 30-40 minutos, até que a mistura fique sólida e branca
6. Retirar do congelador e mexer até que fique fofa
7. Espalhar por cima do bolo.
Aqui ficam então com uma opção saudável para um bolo de aniversário. Experimentem!
My little one just turned 1 year old! It is amazing how time flies! I have been trying to feed him a healthy diet so he can learn good eating habits right from the start. So I wanted to bake him a healthy birthday cake, that he could eat, but also that it would taste good for other people! I looked for several simple recipes and found one that I decided to try, modifying a few things. Here it is:
 
Healthy birthday cake (that babies can eat)
(based on revenue ‘Chocolate-covered Katie‘)
 
ingredients:
– 1 1/3 cups of milk (I used rice milk)
– 1 1/2 tablespoons of white vinegar or cider vinegar
– 1 teaspoon vanilla extract
– 1/4 cup plus 1 tablespoon vegetable oil (I used coconut oil)
– 1 1/2 cups spelt flour
– 1/2 cup of brown rice flour
– 1 teaspoon xanthan gum
– 1 teaspoon baking powder
– 1/2 teaspoon salt 
– 2/3 cup of coconut sugar
– 1/4 cup of coconut sugar or xylitol or brown sugar
 
Preparation:
1. Heat oven to 170 ° C and grease a pan
2. Combine the first 4 ingredients (liquid) in a small bowl and mix well
3. In a large bowl combine the remaining ingredients and mix well
4. Mix the contents of both bowls and stir until well combined
5. Immediately place the dough in the pan and bake for about 25 minutes, checking if it is well cooked.
 
This recipe worked out prettywell, it was delicious without being too sweet because I only used coconut sugar. You can try to use only spelt flour, or even try a blend of gluten-free flours!
As I wanted to decorate the cake with ice sugar (and this is the part that you should not eat because otherwise the cake is no longer healthy! The purpose is just for decoration!), I also some frosting to cover the cake so the icing sugar could stick to it. For this I followed a recipe from ‘My New Roots’:
 
Ingredients:
– 3/4 cup of coconut milk
– 3/4 cup of agave syrup or maple syrup or honey
– 3/4 cup of coconut oil
– 7 1/2 tablespoons cornstarch 
– 1 1/2 tablespoon of water 
– Pinch of salt
 
Preparation:
1. In a pan, heat the coconut milk, agave and salt, simmer for 5-10 minutes, stirring constantly so it does not burn
2. In a small bowl, mix the corn starch and water to form a paste 
3. Place this paste in the pan, mix thoroughly and bring to a boil briefly
4. Remove from heat and mix the coconut oil gradually
5. Place the pan in the freezer for 30-40 minutes until the mixture becomes white and solid
6. Remove from the freezer and stir until it is soft and fluffy
7. Spread over cake.
 
This is a really easy and delicious version of a healthy birthday cake! Give it a try!

Batido verde (ou cor-de-rosa!) / Green (or pink!) smoothie

 A última sugestão para o pequeno-almoço é batido verde! Sei que muitas pessoas torcem o nariz aos batidos ou sumos verdes porque pensam que estes sabem mal, mas estão enganados! Estes sumos são verdes por conterem mais vegetais do que fruta, mas ficam sempre saborosos! Se usarem frutos vermelhos, nem sempre ficam verdes, mas são igualmente nutritivos e saborosos! O segredo está na combinação dos ingredientes.
Também poderão pensar que nunca ficarão satisfeitos com apenas um batido como pequeno-almoço. Se o batido contiver a quantidade adequada de vegetais e fruta e ainda alguns suplementos, ficam de certeza satisfeitos por umas horas. O segredo está também em tentar mastigar um pouco e não engolir tudo de seguida como se fosse água ou um refrigerante. Isso deixa o nosso corpo mais saciado.
Vou deixar-vos aqui a minha receita preferida, a que faço mais vezes, mas podem usar a vossa imaginação e seguir o vosso gosto!
– mão cheia de espinafres de folha larga
– duas folhas de acelgas
– mão cheia de frutos vermelhos congelados
– uma medida de proteína em pó da Sunwarrior
– 1 c.sopa de maca (superalimento rico em vitaminas e aminoàcidos, conhecida pelo seu efeito energizante)
– 1 c.chá de cacau em pó ou canela
– 1 c.chá de spirulina (alga bastante rica em proteína e que ajuda a fortalecer o sistema imunitário)
– leite vegetal (eu uso leite de arroz)
Misturar tudo num liquidificador e beber! Podem não acrescentar os suplementos que fica na mesma delicioso. Outros ingredientes que funcionam bem neste tipo de batidos são: alface, aipo, couve, banana, manga e papaia!
The last suggestion for breakfast is green smoothie! I know that many of you think that green juices and smoothies do not taste good, but you are wrong! These smoothies are green because they contain more vegetables than fruit, unless you use a lot of berries, in which case the smoothie may turn pinkish, but if you combine the ingredientes right, they are delicious.
 
You could also think that will not feel satisfied with just drinking a smoothie for breakfast. However, if it has the proper amount of vegetable and fruit and some superfood to boost it, you will fell full for a couple of hours. It also helps if  you slightly chew the smoothie instead of just drinking it as if it was water or soda. That will leave your body more satisfied.
 
Here is my favorite smoothie recipe, the one I make most of the times, but you can use your own imagination and create your own flavors!
 
– handful of spinach leaves
– 2 chard leaves
– handful of frozen berries
– 1 scoop of Sunwarrior protein powder
– 1 tbsp maca powder (this is a superfood very rich in vitamins and aminoacids, known to be energizing)
– 1 tsp cinnamon or cacao powder
– 1 tsp spirulina (this is an algae quite rich in protein and that helps boost the imune system)
– ‘plant’ milk of your choice (I generally use rice milk)
 
Mix all ingredientes in a blender and drink! You can choose not to add the superfoods and that is fine, the smoothie will taste great anyway! Other ingredients that you can use are: lettuce, celery, kale, banana, mango and papaya. 

Queijo mozarella com fruta / Mozzarella cheese with fruit

Aqui fica outra sugestão para um pequeno-almoço saudável, bastante simples, fácil de preparar e nutritivo. Talvez vos pareça um pouco estranho ao início, mas experimentem porque é bastante bom: queijo fresco mozarella de búfala com fruta fresca! As frutas que acompanham melhor este queijo são, na minha opinião, frutos vermelhos e kiwi, mas podem experimentar juntar qualquer fruta. Costumo também sempre adicionar sementes de linhaça moída e sementes de abóbora por cima do queijo, que ajudam muito a equilibrar o sabor forte deste, e fornecem fibra, ácidos gordos e vitaminas.
O queijo fresco mozarella tradicional é feito apenas com leite de búfala, que é mais nutritivo e tem menos colesterol do que o leite de vaca. Mais recentemente é que este queijo começou também a ser feito com o leite de vaca, sendo que o sabor e a textura são algo diferentes. Experimentem aquele que gostarem mais!
 
Here is another suggestion for a healthy breakfast, very simple, easy to prepare and nutritious. It may seem a little strange at first, but give it a try because it is quite good: fresh buffalo mozzarella cheese with fresh fruit! The best fruits that accompany this cheese are, in my opinion, berries and kiwi, but feel free to  try any other fruit. I usually add ground flax seeds and pumpkin seeds on top of the cheese, which really helps to balance the strong flavor of this, and provide fiber, fatty acids and vitamins.

 

The fresh mozarella cheese is traditionally made only with buffalo milk, which is more nutritious and has less cholesterol than cow’s milk. Only more recently has this cheese begun to be made with cow’s milk, and the taste and texture are somewhat different. Try both and decide which one you like the most!

Panquecas de alfarroba e coco / Carob and coconut pancakes

Panquecas de alfarroba e coco
Esta é sem dúvida a minha receita preferida para o pequeno-almoço! Panquecas saborosas, saudáveis e nutritivas! Como demoram um pouco mais a preparar, costumo fazer esta receita ao fim-de-semana. No entanto, podem sempre fazer as panquecas na véspera e aquecê-las de manhã. Ficam igualmente boas!
Esta receita é bastante versátil no que respeita à mistura de farinhas que podem utilizar. Eu prefiro sempre utilizar farinhas sem gluten, e por isso já experimentei misturar farinha de arroz integral, farinha de trigo sarraceno, farinha de aveia, farinha de alfarroba e farinha de coco. Podem por isso dar largas à imaginação para obterem os sabores que mais gostam. Convém sempre que mais de metade da quantidade de farinha da receita seja de arroz integral ou de aveia para conseguirem obter uma boa consistência. Se o gluten não fôr problema para vocês, podem também utilizar farinha de trigo ou de espelta, que é mais nutritiva e menos refinada.
Panquecas de alfarroba
Eu gosto especialmente da farinha de alfarroba, porque para além de ter um sabor muito semelhante ao do cacao é rica em fibra, cálcio e sais minerais. A farinha de coco tem também um sabor maravilhoso e um grande valor nutricional, tendo uma grande quantidade de fibra e poucos hidratos de carbono.
Ingredientes (faz 3 panquecas grossas ou 6 finas):
– 125g farinha (*ver abaixo)
– 3 ovos
– 250 ml de leite vegetal
– óleo de coco ou outro
Misturar bem todos os ingredientes numa tigela grande. Untar uma frigideira com óleo de coco ou outro e colocar uma parte da massa. Deixar cozinhar 2-3 minutos, virar e deixar cozinhar outro minuto.
Panquecas de coco
*As minhas misturas de farinha preferidas são:
– 75g de farinha de arroz integral, 25g farinha de alfarroba, 25g de farinha de coco
– 50g de farinha de arroz integral, 50g de farinha de trigo sarraceno, 25g de farinha de alfarroba ou de coco
Experimentem e de certeza que vão ficar fãs destas panquecas. Ficam óptimas com um pouco de pasta de amêndoa e acompanhadas com frutos vermelhos ou kiwi! Podem adquirir estas farinhas nos supermercados biológicos ou nas lojas Celeiro.
This is undoubtedly my favorite recipe for breakfast! Tasty, healthy and nutritious pancakes! Because they take a little longer to prepare, I usually make this recipe in the weekends. However, you can always make the pancakes the night before and warm them in the morning.It is equally tasty!
 
This recipe is very versatile when it comes to the mixture of flour that you can usw. I always prefer to use gluten-free flours, and so I have tried several mixes of brown rice flour, buckwheat flour, oat flour, carob flour and coconut flour. You can try several combinations to get your favorite flavour. However, you should keep in mind that at least half of the amount of flour should be brown rice or oat flour so you can get a good consistency. If gluten is not problem for you, you can always use whole wheat or spelt flour, which is more nutritious and less refined.
 
I specially like carob flour, because in addition to having a very similar taste to cacao, it is rich in fiber, calcium and minerals. Coconut flour also has a wonderful flavor and a high nutritional value, having a lot of fiber compared to fewer carbohydrates.
 
Ingredients (makes 3 thick or 6 thin pancakes):
– 125g flour (* see below)
– 3 eggs
– 250 ml of plant milk
– Coconut oil or other
 
Mix all ingredients well in a large bowl. Grease a frying pan with coconut oil or another oil and place a portion of the dough. Cook for 2-3 minutes, flip and cook another minute.
 
* The flour mixes I prefer are:
– 75g of brown rice flour, 25g carob flour, 25g of coconut flour
– 50g of brown rice flour, 50g buckwheat flour, 25g carob or coconut flour
 

 

 

Try these or your own flour mix and I am sure you will love these pancakes. They are delicious with a little almond paste on top and accompanied with berries or kiwi fruit!

Pudim de aveia e sementes de chia / Oat and chia seeds pudding

Esta receita vai provavelmente ser a vossa preferida porque se pode (e deve) deixar preparado de véspera e assim de manhã é só abrir o frigorífico e lá está o vosso pequeno-almoço pronto! Com esta receita já não têm desculpas de que não têm tempo de manhã para comer bem, até porque podem levar convosco para onde forem! Além disso, é uma receita muito versátil em que podem usar diferentes sementes e coberturas, e assim, se desejarem preparar logo uns quantos para durante a semana com sabores diferentes! A base desta receita é constituída por flocos de aveia e por sementes de chia, que ao ficarem de molho durante a noite foram uma espécie de pudim que fica delicioso! A aveia é um cereal bastante nutritivo, que contribui para baixar o colesterol e que é bastante saciaste pois aumenta a produção de hormonas que controlam o apetite. As sementes de chia são muito pequeninas mas bastante poderosas em termos nutritivos. São muito ricas em ácidos gordos como ómega 3, proteína e fibra.

 

Os ingredientes que vão precisar são:

 

-1/3 cup de flocos de aveia
-3/4 cup leite vegetal
-2 c. sopa de sementes de chia
-1 c. sopa de sementes de cânhamo
-1 c. sopa proteína vegetal em pó (sunwarrior ou proteína de ervilha ou outra)
-1 c. chá de canela ou de cacao cru em pó
-1 c. chá sumo de limão
(1 cup equivale a 250 ml)

 

Coberturas possíveis: framboesas, pepitas de cacao, amêndoas, sementes de abóbora e de girassol, nozes, maracujá, romã, coco, etc.

 

Coloquem os ingredientes todos num frasco de vidro ou numa caixa de plástico que feche bem, misturem, e ponham no frigorífico durante a noite. De manhã, podem adicionar um pouco mais de leite para terem a consistência que preferem e adicionem as coberturas a gosto! E já está! Um pequeno-almoço que vos vai deixar satisfeitos e com bastante energia para o resto do dia!

 

Vão reparar que nas minhas receitas para o pequeno-almoço adiciono sempre proteína em pó. Este ingrediente é opcional e não afecta nem o sabor nem a consistência das receitas. Normalmente uso uma proteína vegan da marca Sunwarrior, que é bastante completa, ou proteína de ervilha ou proteína de cânhamo ou clara de ovo em pó. Um pequeno-almoço rico em proteína é essencial para que o nosso organismo comece bem o dia, para termos mais energia e nos sentirmos saciados por mais tempo.

 

This recipe will perhaps be your favorite because you can (and should) leave it prepared the day before you eat, and so in the morning you just have to open the fridge and there’s your breakfast ready! So you no longer have the excuse of not having time in the morning to eat well, and you can even take it with you! Moreover, it is a very versatile recipe, meaning you can use different seeds and toppings for different flavours, and prepare two or three to ear during the week! The base of this recipe is oats and chia seeds, which soaked overnight turn into a kind of pudding that is delicious! Oat is a very nutritious cereal, which contributes to lower cholesterol and to leave you fuller for longed, since it increases the production of hormones that control appetite. Chia seeds are tiny but very powerful in nutritional terms. They are rich in fatty acids like omega 3, protein and fiber.
 
You will need the following ingredients:
 
-1/3 cup of rolled oats
-3/4 cup ‘plant’ milk
-2 tbsp chia seeds
-1 tbsp of hemp seeds
-1 tbsp protein powder (sunwarrior or pea protein or other)
-1 tsp cinnamon or raw cacao powder
-1 tsp lemon juice
 
Possible toppings: raspberries, cacao nibs, almonds, pumpkin and sunflower seeds, nuts, passion fruit, pomegranate, coconut, etc.
 
Put all ingredients in a glass jar or a plastic container which you can close tightly, mix well and put in a refrigerator overnight. In the morning, you can add a little more milk to get the consistency you prefer and add the toppings to taste! That’s it! A breakfast that will leave you satisfied and with enough energy for the rest of the day!
 
You will notice that in my breakfast recipes I usually add protein powder. This ingredient is optional and neither it affects the flavor or consistency of the recipes. Typically I use Sunwarrior, a brand of a very complete vegan protein, or pea protein or hemp protein or egg white powder. A breakfast rich in protein is essential for our body to have more energy throughout the day and also for you to feel fuller for longer.

 

 

Papas cruas de trigo sarraceno / Raw buckwheat porridge

A primeira receita que vos pode inspirar para o desafio pequeno-almoço saudável é de papas cruas de trigo sarraceno. O trigo sarraceno, ao contrário do que o nome indica, não é um tipo de trigo, e por isso não contém glúten, sendo uma alternativa mais saudável. E também não é um cereal, é uma semente! Tem sido ultimamente bastante popularizado devido ao seu elevado valor nutritivo e energético. É uma excelente fonte de proteínas de elevada qualidade e de fácil digestão, e devido às proporções relativas dos aminoácidos que contém, contribui para baixar o colesterol e para reduzir e estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Com estas propriedades fantásticas, o trigo sarraceno é por isso uma excelente opção para o pequeno-almoço, fornecendo uma boa quantidade de proteína e energia!

O trigo sarraceno pode ser consumido cozinhado ou cru, desde que seja demolhado pelo menos umas 6-8 horas. Os ingredientes que vão precisar para fazer estas papas cruas são:

-1/3 cup de trigo sarraceno-1/3 cup de trigo sarraceno

-1/2 cup de leite vegetal

-uma mão cheia de frutos vermelhos

-1 colher de sopa de proteína sunwarrior em pó (opcional – ou qualquer outra proteína em pó)

-2 c. sopa sementes de chia
-1 c. chá cacao cru em pó
-Coco em lascas
-Amêndoas
-Pepitas de cacao cru
(1 cup equivale a 250 ml)

 

Comecem por colocar o trigo sarraceno de molho em água, o que podem fazer à noite, e assim de manhã, está pronto a consumir. Antes de o usarem, escorram a água e lavem bem. Coloquem o trigo sarraceno, o leite, os frutos vermelhos, as sementes, o cacau em pó e a proteína em pó (se optarem por utilizar) num liquidificador e misturem tudo. Ajustem a quantidade de leite para obterem a consistência desejada. Eu gosto que fique bem cremoso!

 

Coloquem a mistura numa tigela e por cima as lascas de coco, as amêndoas e as pepitas de cacao! Eu também costumo pôr as amêndoas de molho em água durante a noite, porque assim é fácil de retirar a pele e ficam bem mais estaladiças e de mais fácil digestão! E pronto, assim se fazem umas papas cruas de trigo sarraceno! Podem sempre utilizar outras sementes e frutos secos que prefiram, é uma receita que se pode sempre ir alterando conforme o vosso gosto e assim experimentarem novos sabores!

 

The first recipe that I will share that can inspire you for the healthy breakfast challenge is raw buckwheat porridge. Buckwheat, contrary to what its name indicates, is not a kind of wheat, and so it does not contain gluten. Also, it is not a cereal, is a fruit seed! It has become quite popular lately, due to its high nutritional and energy value. It is an excellent source of high quality and easy to digest protein, and because of the relative proportions of the amino acids it contains, it helps to lower cholesterol and reduce and stabilize blood sugar levels. With these fantastic properties, buckwheat is an excellent choice for breakfast, providing you with a good amount of protein and energy!
 
Buckwheat can be cooked or consumed raw, but you should always soak it for at least 6-8 hours. The ingredients you will need for raw buckwheat porridge are:
 
1/3 cup buckwheat
1/2 cup of ‘plant’ milk
A handful of berries
1 tbsp sunwarrior protein powder (optional – or any other protein powder)
2 tbsp chia seeds 
1 tsp raw cacao powder
Coconut flakes
Almonds
Raw cacao nibs
 
(1 cup equals 250 ml)
 
Start by soaking the buckwheat in water during the night, so that in the morning it is ready. In the morning, drain it well and wash under water. Put the buckwheat, milk, berries, seeds, cocoa powder and protein powder (if you are using it) in a blender and mix everything. Adjust the amount of milk to obtain the desired consistency. I like that it smoothy!
 
Put the mixture into a bowl and top with the coconut flakes, almonds and cacao nibs! I usually also soak the almonds overnight, because it is easier to remove the skin and become very crisp and easier to digest! That’s it, how to make a raw buckwheat porridge! You can always use other seeds and nuts, this is a recipe that you can always change according to your taste and to get different flavours!

 

 

 

Pão de banana / Banana bread

Com a chegada do Outono começa a apetecer-me comida um pouco mais reconfortante. O Outono, de acordo com a medicina tradicional Indiana (Ayurveda) é uma época dominada pelos elementos ar e espaço (Dosha Vata) e por isso é normal que nos sintamos um pouco mais aéreos. Uma excelente forma de contrariar isto e de nos equilibrarmos é através da alimentação. Já escrevi um pouco sobre isso noutro post, que podem ler aqui. Muito sumariamente, devemos optar por alimentos mais ‘terra a terra’, mais quentes e nutritivos que nos façam assentar! Se conseguirem ouvir o vosso corpo, vão perceber que é esse tipo de alimentos que este vos vai pedir. 
Eu, por exemplo, já comecei a comer mais tubérculos e raízes, como batata-doce e pastinaga, cenoura, beterraba, etc. E também já me apetece uns lanchinhos mais reforçados! Por isso este fim-de-semana fiz pão de banana. Uma alternativa bastante mais nutritiva e saudável ao pão normal, que já há algum tempo evito comer porque descobri que me deixava inchada.
Deixo-vos então aqui a receita, que é vegan e ‘gluten-free’ e é muito fácil de fazer. Podem comprar a maior parte dos ingredientes nos supermercados biológicos ou nas lojas Celeiro.
Ingredientes:
– 1/4 cups leite vegetal (usei leite de arroz)
– 6 colheres de sopa azeite
– 6 c.sopa de maple syrup
– 5-6 bananas maduras
– 2 cups farinha (usei uma mistura de 3/4 cup farinha de arroz integral, 1/4 cup amido de milho, 1/2 cup farinha de trigo sarraceno e 1/2 cup farinha de aveia)
– 1 colher chá de goma xantana (essencial para ligar as farinhas sem gluten)
– 1 c.chá baking soda
– 1c.chá fermento sem gluten
– 1/2 c.chá sal
– 3/4 cup de sementes e frutos secos (usei apenas sementes de girassol, mas podem criar uma mistura ao vosso gosto)
1. Pré-aquecer o forno a 175ºC
2. Untar forma com óleo (se usarem forma de silicone este passo não é necessário)
3. Colocar o leite, azeite, maple syrup e bananas num liquidificador e misturar até ficar cremoso
4. Numa tigela grande misturar os ingredientes secos, e de seguida, juntar a mistura de banana
5. Misturar tudo muito bem, colocar na forma e levar ao forno por cerca de 30-40 minutos (vão verificando se está bem cozido por dentro)
Experimentem que de certeza vão ficar fãs! É delicioso, e guarda-se bem por uns 2 ou 3 dias. Fica excelente aquecido e barrado com um bocadinho de pasta de amêndoa! 
With autumn here, I start to crave more comfort foods. And there is a reason for this. Autumn, according to Ayurveda (Indian traditional medicine) is a season dominated by the elements air and  (Vata Dosha) and therefore it is normal to feel a little more airy. A great way to counteract
this and balance ourselves is through our diet. I have already written a little bit about this in another post, which can read here. Very briefly, in this season, we should go for grounding, warm and nutritious meals to help us feel more comfortable and grounded! If you are able to hear your body you will realize that this is likely the kind of food you are craving.

I have already started to eat more roots and tubers such as sweet potatoes and parsnips, carrots, beets, etc. I also feel like I need more nutritious and heavy snacks and so this weekend I decided to bake banana bread. This is a more nutritious and healthier alternative to normal bread, which I avoid eating because I realized it made me bloated! 

So if you want to give it a try, here is the recipe. It is vegan and ‘gluten-free’ and is very easy to do. 

Ingredients:
– 1/4 cups rice milk (or any milk of your choice)
– 6 tablespoons olive oil
– 6 tbsp maple syrup
– 5-6 ripe bananas
– 2 cups flour (I used a mixture of 3/4 cup brown rice flour, 1/4 cup corn starch, 1/2 cup buckwheat flour and 1/2 cup oat flour)
– 1 teaspoon xanthan gum tea (essential to bind the flours without gluten)
– 1 tsp baking soda
– 1 tsp baking powder gluten-free
– 1/2 tsp salt
– 3/4 cup of seeds and nuts (I used sunflower seeds, but you can create a mix to your taste)

1. Preheat oven to 175 ° C
2. Grease baking pan with oil (if using silicone this step is not necessary)
3. Place the milk, oil, maple syrup and bananas in a blender and blend until creamy
4. In a large bowl mix the dry ingredients and then fold in the banana mix
5. Mix everything well, put in the baking pan and bake for about 30-40 minutes (check that it is well cooked inside)

It’s delicious, and it keeps well for 2 or 3 days. It is great warmed with a little almond butter!

Bolinhas de tâmara e frutos secos / Date and nuts balls

Como prometido no post anterior sobre snacks saudáveis, aqui fica a receita de umas deliciosas bolinhas de tâmaras e frutos secos! O bom desta receita é que podem sempre adicionar algum superalimento do vosso agrado. Nesta eu adicionei sementes de cânhamo, que são bastante ricas em proteína e gorduras essências como omega 3 e 6, mas podem também adicionar sementes de chia, que são ricas em antioxidantes, cálcio e ferro.


Ingredientes:
– 200g de tâmaras sem caroço 
– 4 tbsp (colheres de sopa) de coco ralado 
– 2 tbsp de cacau cru em pó 
– 2 tbsp de sementes de cânhamo 
– 2 mãos cheias de frutos secos (avelãs, amêndoas e castanhas do pará ficam muito bem!) 

Colocar tudo num processador de alimentos e depois formar bolinhas! Podem guardar no frigorífico por vários dias! Espero que gostem!

As promised in the last post on healthy snacks, here is the recipe for some delicious date and nuts balls! This recipe is excellent because you can add your favourite superfoods. In this one I added hemp seed, which are rich in protein and healthy fats like omega 3 and 6, but you can also add chia seeds, rich in antioxidants, calcium and iron.

Ingredients:
– 200g pitted dates
– 4 tbsp shredded coconut
– 2 tbsp raw cacao powder
– 2 tbsp hemp seeds
– 2 handfuls of nuts (my favourite are hazelnuts, almonds and brazil nuts!)

Mix everything in a food processor and roll the dough with your hands to form balls! You can keep them in the refrigerator for several days! I hope you like them!
Página 1 de 212